E agora… um post um pouco mais novo! hahahaha

Pra quem não sabe (acho que não chega ninguém aqui sem saber! hahahaha! mas melhor avisar os desavisados!), entre os últimos posts de 2017 e este daqui, com fotos de agosto de 2019… eu virei mãe! Sim! Convenci meu marido a ter neném, treinamos, fizemos, gestei por 41 semanas e trouxe ao mundo nosso verãozinho sem fim, a Summer!

E é por isso que eu desapareci.

Assim como me entrego ao meu trabalho, me entrego a qualquer coisa que me proponho a fazer. Então você deve imaginar que com a minha dedicação à minha fifoca, não sobrou muito tempo pra pensar em foto, clique, blog, carreira, dinheiro… troquei tudo isso por fralda, leite, privação de sono… e uma felicidade que eu nem sabia que existia!

Mas tudo isso é assunto pra outro dia.

Hoje quero compartilhar essas fotos da pequena Alice. Os papais dela são nossos amigos aqui em Londres, companhia certa pra qualquer comidinha, dia de sol no parque ou pra fazer nada em casa. Então amei a Alice desde o momento que me contaram da sua existência. Ela e Summer tem exatos 4 meses e 15 dias de diferença. Vou vivendo as descobertas de mãe de primeira viagem com a Summer e depois revivo muitas coisas através dessa pinta loira de olho azul.

Fizemos todas as fotos na casinha deles, só entre quarto e sala. E eu amo passar esse tempo com eles, vendo as coisas acontecendo onde elas acontecem, vendo como a luz incide pelas janelas nas pequenas intimidades da família. A casa no primeiro ano de vida de um bebê é ninho e ela traz em si tanta magia. Pra Alice nunca esquecer de todo amor que recebeu neste primeiro ninho.

Amo essa família e tentei colocar tudo que sinto nessas imagens. Espero que você, aí do outro lado, possa sentir também.

Obrigada por me deixar fazer parte da história de vocês,  Morgana e Schiller.

♥,
S.

share/tweet/pin
  • Letícia Pontioli - Tu é maravilhosa, inspiradora! Já falei inúmeras vezes e desde que te vi palestrar e te conheci pessoalmente, me encantei com tua pessoa e é claro, com tua fotografia.
    Desejo que tu fotografe muito, porque as pessoas precisam ter recordações únicas exatamente como você faz! Obs: e eu um dia quero ter o prazer de ser fotografada por você! ♥️
    Muitos beijos, de uma eterna fã!
    Letíciarespondercancelar

    • sharon - Ahhhh! Que mensagem lindaaa! Obrigada! ❤️❤️❤️respondercancelar

(o texto abaixo foi escrito em 2017 e estou publicando em fev de 2020! Mas sigo APAIXONADA por esse ensaio e pela menina das fotos. O cabelo dela ficou muuuuito mais curto… e os olhos azuis ainda mais cheios de vida)

A fotografia é uma ferramenta de descoberta.

Quando fotografo alguém, é como se eu passeasse pela superfície de um planeta novo, cheio de mistérios – alguns visíveis e muitos outros ocultos – tentando desvendar aquele universo particular.

É um desafio que me faço a cada trabalho.

Na minha palestra Impermanências, falei um pouco sobre algumas dificuldades/fragilidades que tenho na minha carreira, mesmo agora, depois de 12 anos clicando.

E um dos pontos que mais pega é a minha insegurança. Sempre volto dos meus “desafios” achando que eu poderia ter explorado mais. Que talvez, naquela missão, eu tenha falhado. Mas a verdade é que quando sento no meu computador pra ver o resultado, sempre vejo que eu falhei mesmo foi comigo mesma. Por não confiar no meu olhar e na doação e entrega que eu e fotografado depositamos naqueles minutos juntos.

A Ste me deixou entrar na casa dela, no quarto dela, nos olhos dela.

Essas fotos, pra mim, tem um quê de realidade e sonho, de fantasia e descoberta, de duas mulheres (eu e ela) curiosas com quem somos, com o que queremos ser.

Amei viajar no seu universo particular, querida.

♥,
S.

share/tweet/pin

Só pra dizer que o bebê que estava nesse forninho já já completa 2 anos de idade!

O post ficou aqui prontinho e sem publicar. E eu já não me aguento de saudade do Jojô e da Thata <3

Sobre as fotos… amo profundamente. Lá em Niterói. Eu já querendo fazer um neném pra chamar de meu e tentando convencer o Fer de que seria legal! hahahaha

Enquanto isso, esses dois “pirralhos” da foto me dando lição de como ser gente grande, de como confiar que Deus está no comando entre tantas outras coisas.

Poucas fotos. Luz baixa, ISO alto. Amor que transborda <3

♥,
S.

share/tweet/pin